quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Como não ter o reganho de peso pós-bariátrica?

Nos últimos 10 anos, com o aumento da obesidade, o tratamento cirúrgico para o controle dessa doença também cresceu consideravelmente. Alguns pesquisadores mostram que houve um aumento de até 300% no número de cirurgias bariátricas realizadas no Brasil. Porém, com este número aumentado de pessoas procurando tratamento cirúrgico para o controle da obesidade também observamos pacientes reganhando peso após este tratamento.

É comum conhecermos pessoas que fizeram o tratamento cirúrgico para controle da obesidade e que voltaram a obesidade depois de 4 à 5 anos da cirurgia. A cirurgia bariátrica é o tratamento mais efetivo para o controle da obesidade, principalmente para obesidade de grau 3, por outro lado, o paciente precisa compreender que ele, obrigatoriamente, necessita de fazer algumas mudanças no seu dia a dia para se manter magro após a perda do peso que a cirurgia causa, ele necessariamente precisa comer de uma forma melhor, ele precisa fazer esportes com uma frequência maior, com uma boa intensidade, se não houver a colaboração do paciente para essas mudanças na sua rotina, tanto na prática esportiva quanto nas condutas alimentares, provavelmente este paciente vai voltar a engordar e, o pior, ele acabou de perder o tratamento mais avançado para controle dessa doença.


Para com que isso não aconteça, sempre é necessário que antes do paciente fazer a cirurgia bariátrica ele procure um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica para identificar se é nesse momento que o paciente necessita operar. Nós não podemos liberar um paciente que emocionalmente não está apto a fazer mudanças alimentares nesse momento,  pois ele não pode perder o benefício da cirurgia.

Eu entendo a necessidade em perder peso rápido para alguns pacientes, porém uma boa avaliação nutricional pré-operatória pode identificar a data mais adequada para a realização da cirurgia.

Já para as pessoas que reganharam peso, e isso é um número que cada vez vem aumentando mais e alguns pesquisadores mostram que 30% de quem opera o estômago para emagrecimento volta a ser obeso, 30% é um número muito acentuado, então para estes pacientes que já voltaram a ganhar peso há a possibilidade da realização de algumas técnicas entre estas técnicas existe o Plasma de Argônio, Sutura Endoscópica, entre outras.

Porém é necessário para os pacientes que procuram uma técnica para reganho de peso em cirurgia bariátrica compreendam que há a necessidade de procurar um nutricionista especialista neste procedimento para com que ele não tenha o reganho de peso após a realização destes procedimentos e ou não aumente as carências nutricionais que esse paciente provavelmente já possui. É de conhecimento de todos que pacientes que voltam a ganhar peso apos cirurgia da obesidade apresentam carências nutricionais – pois sua alimentação não é uma alimentação de boa qualidade.

Cirurgias bariátricas como um todo já apresentam deficiências nutricionais quando o paciente é mau assistido ou não retorna ao consultório do nutricionista, se ele reganhou peso isso mostra que a dieta dele é de baixa qualidade, provavelmente este paciente irá apresentar mais deficiências nutricionais do que os pacientes que procuram um acompanhamento nutricional adequado. É importante ressaltar que se você não se adequou ao método que o seu profissional nutricionista trabalha é importante você procurar um outro profissional que também seja especialista em cirurgia bariátrica, desta forma você não perde as orientações nutricionais e não perde o tempo que faz você ganhar o peso.

Procure sempre um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica.

Dr. Gabriel Cairo Nunes
Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário